Bem-vindo a Mãoposta.

Você sempre diz que sabe lidar muito bem com seus medos e problemas, e, por ironia, são eles que te engolem todos os dias. Não deixe de ler nossos textos. Esperamos que se identifique.

O PROBLEMA É QUE COM VOCÊ É TUDO EXAGERADO

Eu sei o quão difícil é ser exagerado. Com você sempre é duas porções. Você sente tudo em dobro. Se você ama, você se entrega e se dispõe. Você se abre. Você se mostra e tudo que você é, é visto e subentendido por quem quer que esteja ao seu lado. É complicado, porque isso abre caminhos para que essas pessoas enxerguem coisas em nós que não eram pra ser vistas.

Talvez isso nos torne fracos.

arte por @coracaodecamille


             Eu sei que tem sido difícil, isso se mostra em teu reflexo. Você perdeu o contato, não sabe mais como ser uma pessoa normal após tudo que aconteceu. E, por trás de tudo isso, há a frustração de ter se perdido ao longo do caminho. Agora, você se sente insuficiente para tudo, até para coisas que antes você fazia tão bem. 

             Mas permita ter um fio de esperança para acreditar que essas coisas, todas elas ficarão melhores e mesmo que seja difícil, isso é quem você é, você sabe disso no seu interior. Espane a poeira de cima de seus ombros, velha máquina enferrujada. Pés no chão, você vai dar a volta por cima. Seja humana outra vez. Porque é isso que somos. Humanos. O problema é, sim, porque com você é tudo exagerado, mas o ser humano por si só é excessivo.

             Não se envergonhe por ter amado de mais. Sua capacidade excessiva de amar não precisa de justificativa ou de perdão. Não se desculpe por amar até perder os sentidos. Não se envergonhe por ser intensa, por amar com uma dupla carga, por se entregar mais do que deve. Não se torne fria porque é conveniente. Talvez exista, sim, um outro jeito. Talvez as palavras não precisem interpretar outros papéis, mas me diga o que você poderia ter feito pra evitar que ele tenha ido? 

             Olhe para trás, você deu o seu melhor, mas o sentimento que vocês tinham começou a sumir e escapulir das mãos dos dois. Nenhum rompimento é indolor, mas o amor não é uma guerra de egos. Vocês chegaram ao fim, não porque você exagerou em tudo que fez: nas cobranças; na exigência de afeto; no querer excessivo de compartilhar da rotina dele; do dia a dia; de querer toques mais precisos e mais contínuos, não aqueles contatos superficiais; de que ele estivesse, realmente, com você e não com o corpo ali e a mente em outro planeta.

             Vocês não terminaram porque você é exagerada.

             Vocês terminaram porque nenhum relacionamento tem a obrigação de durar para sempre. 

JÁ SABEM DA NOVIDADE? Depois de algum tempo trabalhando nisso, eu finalmente publiquei o meu mais novo EBOOK. Ele se chama "O QUE ELE FEZ VOCÊ SE TORNAR?", com 15 textos INÉDITOS e 15 ilustrações INÉDITAS! Para saber como adquiri-lo, é só clicar nessa imagem:



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.